Notícias

Compartilhe
delicious twitter blog tumblr facebook orkut
Indique a um amigo
08/12/2011 Estilos de Cerveja – Parte 2

Continuando a matéria sobre estilos de cerveja, confira curiosidades sobre as Ales do Reino Unido e dos EUA.

Quando os britânicos colonizaram os EUA, levaram junto sua cerveja. O nome Ale vem da época dos Pioneiros, onde as cervejas da Nova Inglaterra tinham nomes como Tadcaster Ale e Worcester Ale. Aos poucos, as tradições britânicas perderam espaço para os estilos tchecos e alemães de colonos posteriores e as Ales começaram, gradualmente, a abrir mão de seu caráter para competir com as lagers vendidas nacionalmente.

Entre a geração pós-Woodstock, as ales britânicas tornaram-se cult. As tradições tchecas, alemãs e belgas influenciaram novos cervejeiros, mas a cultura da ale britânica foi a principal.

Golden Ales
Os sabores complexos oferecidos pela levedura ale não precisam vir acompanhados pela textura de noz dos maltes mais escuros.

Os cervejeiros do Nordeste dos EUA faziam “ales douradas” que uniam leveduras ales a maltes lager, mas sua aparência anêmica pressagiava um declínio gradual de caráter, sendo apenas pouco distinguíveis de lagers. O que não aconteceu com as ales britânicas de muito caráter.

Uma das atrações das ales douradas é que sua cor clara sugere leveza e baixo teor alcoólico, porém este pensamento é equivocado, assim como se acredita que as cervejas escuras sejam mais pesadas e fortes.

Mild
Para consumidores que se incomodam com a combinação de sabores amargos e álcool, a solução é a mild, com apenas 4% ABV e o mais delicado caráter de lúpudo. Infelizmente, trata-se hoje de um estilo raro.

Bitter
O principal estilo de ale da Grã-Bretanha atualmente, a ale amarga tem em geral cor âmbar e lúpulo acentuado. Quem cresceu com essa cerveja pode ver o epíteto como indicativo de um sabor adulto, mas muitos dos mais jovens acham que ele soa negativo. Muitas cervejarias evitam o termo, preferindo usar apenas a própria marca.

Brown Ales
Essas ales foram, um dia, produzidas por toda a Grã-Bretanha e realmente eram marrons e muito doces, mas com a tendência às cores mais claras, o estilo marrom-escuro foi substituído em parte pelo marrom-âmbar, com mais sabor de nozes, seco, tipicamente produzido em Newcastle e no nordeste da Inglaterra.

Scottish Styles
As cervejarias da Escócia possuem uma série típica de três ales de barril, conhecidas como light, heavy e wee heavy. Em geral, as ales escocesas são menos amargas que as inglesas.

 

Old Ale
O objetivo dessa designação é sugerir um método ou estilo antigo, e não um longo período de envelhecimento. A maioria das cervejas descritas como ales antigas apresentam cor entre rubi e marrom-escuro.
 

Barley Wine
O nome implica em ser tão forte, e talvez tão nobre, quanto o vinho. O estilo teve sério declínio em seu país nativo, mas alguns bons exemplares estão sendo produzidos nos EUA. A versão original britânica era muito maltado, já a versão americana é mais lupulado.

India Pale Ale
O rajá britânico na Índia precisava de um suprimento regular de cerveja, o problema é que a cerveja exportada da Inglaterra se degradava durante a longa e quente jornada. A solução foi prepará-la com uma densidade levemente maior que a da pale ale normal e carregar no lúpulo. Os cervejeiros britânicos não deixaram de produzir essa versão, mas a maioria do que é feito mal se distingue da pale ale comum ou da bitter.

Fonte: Guia ilustrado Zahar: Cerveja. Rio de Janeiro, 2009.

(0) Comentários
Não existem comentários
Faça seu comentário
<< voltar para notícias

newsletter

Receba nossas notícias por E-mail!
Assinar
Cancelar Assinatura

Últimos vídeos

Restaurante Figueira
Ver mais!
Trip AdvisorFacebook
Rua Mariana Bronemann, 527 - Velha - Blumenau - SC - fone: (47) 3035-3710
Horário de funcionamento: de terça a sexta - a partir das 18:30, sábado a partir das 19h00 e domingos - das 11:30 às 14:45